Turismo em Tocantins cidade de Jalapão

Turismo em Tocantins cidade de Jalapão

O Jalapão no Tocantins não é muito conhecido, apesar do isolamento e o clima

deserto a região é uma das mais bonitas.

No meio do cerrado correm lobos-guarás e veados-mateiros, além de ter

estradas que levam a cachoeiras, poços de águas verde-esmeralda, dunas

gigantescas.

O conjunto de cinco áreas de conservação, possui um parque estadual e tem

34 000 km² (maior que os estados de Sergipe e Alagoas).

O que fazer

O local com diversos contrastes oferece diversas surpresas para os visitantes.

Para ter ideia no Parque Estadual possui atrações como cachoeiras, dunas e

mirantes, e ainda um rio, o Rio Novo, ideal para rafting.

Para quem está fora da reserva também pode aproveitar quedas d'água, além

do belo artesanato em capim dourado.

Pontos turísticos em Jalapão no Tocantins

Parque Estadual do Jalapão

A reserva ocupa 34 mil quilômetros e envolve oito municípios.

Rafting no Rio Novo

Esta é uma da atividade mais concorrida e dura três horas, descendo um

trecho de seis quilômetros. O rio também é cenário para outros esportes

radicais como canoagem, rapel, boia-cross e acquaride.

Artesanato no Capim Dourado

O capim dourado é a matéria-prima dos trabalhos artesanais das mulheres da

região. Todos os trabalhos são produzidos e encontrados na comunidade

quilombola de Mumbuca, no município de Mateiros.

Ponte Alta do Tocantins

De Palmas a estrada acaba em Ponte Alta, por isto o local virou a entrada para

Jalapão. No município tem boas opções de alimentação e de postos de

combustível, além de pousada e atrações, como as cachoeiras.

Mateiros

A cidade faz parte do Parque Estadual do Jalapão e tem boas atrações e

pousadas. A cidade oferece cachoeiras, dunas e mirantes.

Entre os cartões postais, estão as cachoeiras da Velha e do Formiga, as

Dunas, o Fervedouro e o Mirante.

Cachoeiras

Jalapão possui várias cachoeiras, com belas quedas, as principais são:

Cachoeira da Velha

A maior cachoeira do Jalapão tem 20 metros de queda e cem metros de

largura.

Cachoeira do Formiga

Mesmo que pequena a queda, ela possui grande volume de água e forma um

poço cristalino nas árvores, samambaias e palmeiras nativas.

Cachoeira do Lajeado

A piscina natural tem uma queda de 15 metros.

Cachoeira do Soninho

Com 30 metros de altura ela apresenta grande volume de água.

Cachoeira Talha do Brejo Boi

Nos paredões de pedra desce duas cachoeiras de 38 metros.

Cachoeira da Fumaça

Com duas grandes quedas, ela apresenta 40 metros e 18 metros e forma um

poço de águas verde-esmeralda.

Dia de roteiro

Em Jalapão no Tocantins com dois dias de viagem a opção é conhecer a

Cachoeira da Velha, com duas quedas de mais de 20 metros de alturas. No dia

seguinte, aproveite para passear pelas dunas.

Para quem tiver mais tempo, vá à Cachoeira da Fumaça, e conheça o

Fervedouro e o Fervedouro de São Félix. Os locais apresentam, poços

cristalinos. Inclua no passeio também, o trekking do mirante da Serra do

Espírito Santo.

Alimentação

Devido as grandes distâncias, são poucas as opções de alimentação. O ideal é

optar por um pacote de agência que oferece refeições.

Hospedagem

A dica vale também para quem procura um local para se hospedar em Jalapão,

portanto, dê preferência para expedições, como a Korubo Expedições

(11/8222-5028; desde R$ 1 840), que sai de Palmas e inclui transporte,

refeições, quatro pernoites num camping e passeios.

Para quem deseja viajar por conta, a alternativa é se hospedar em Ponte Alta

do Tocantins ou Mateiros e contratar passeios de um dia.

Nas cidades acima, as pousadas são simples e no máximo apresentam ducha

quente, cama e café da manhã, porém, o proprietário tem boas histórias da

região.

Pousada Panela de Ferro – Tarifas a partir de R$125

Endereço: Avenida Tocantins Quadra 7 Lote 14 / Mateiros – Jalapão

Quando ir

O ideal é viajar entre maio a setembro, época de estiagem.

Dica extra de viagem

Em Jalapão no Tocantins no geral as atrações ficam longe, portanto, as

estradas são de terra. Como a infraestrutura é pequena, o ideal é contratar os

serviços das agências de turismo. No pacote está incluso transporte,

hospedagem, alimentação e passeios.

No local, os celulares não funcionam e não tem orelhões. A forma de

comunicação é telefonia por satélite, disponível em alguns poucos

estabelecimentos.

Informações turísticas

Centro de Atendimento ao Turista de Ponte Alta de Tocantins – Tel: 3378-1185

Parque Estadual do Jalapão – Tel: 3534-1072

Site: http://jalapao.to.gov.br/

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *